Notícias

Cancer de mama

Câncer de mama não é brincadeira!

 

Já ouviu falar que por algumas pessoas que os animais de hoje em dia estão sempre com probleminhas e que antigamente não era assim. Isso é fato, mas o que está relacionado com isso é que os pets estão vivendo mais, logo é natural que surgem mais probleminhas.

O Câncer (tumor) é uma proliferação de células (menor unidade dos seres vivos com formas e funções definidas) anomais. Existem dois tipos, o Benigno e o Maligno. O primeiro é relativamente mais seguro, enquanto que o segundo, o prognóstico tem de a ser mais reservado. Porém cada caso precisa ser avaliado para as possíveis formas de tratamento.

Quais são os sintomas que podem dar indicativos de ter câncer de mama?

Os sinais geralmente são inespecíficos e muitos casos são vistos em graus intermediário a avançados do tumor. São eles: Febre, perda de peso, apatia, não sente vontade de se alimentar, vômitos. Infelizmente, a forma maligna corresponde a mais de 50% das ocorrências, sendo muitas vezes de apresentação silenciosa no paciente, ou seja, sem apresentação de sinais anormais. Aparece, porém, em graus mais elevados. Como sinais são presença de caroço na região das mamas, secreções das mamas acometidas, inchaço local.

Como é feito o diagnóstico?

Para realizar um bom diagnóstico o veterinário normalmente irá realizar exames complementares como raio x e ultrassom da região abdominal para detectar alterações e presença de metástases (acometimentos do tumor em outro lugar do corpo). Para verificar se é benigno ou maligno a biópsia aspirativa é recomendada. Como tratamento de modo geral consiste em retirar as mamas e se for maligno, recomenda-se o uso de quimioterapia dependendo da gravidade do tumor.

Prevenção é CASTRAÇÃO ANTES DO PRIMEIRO CIO da cadela. Bem como evitar o uso de anticoncepcional, pois os hormônios favorecem a predisposição a câncer de mama.

Gostou? Compartilhe =)